16.1.07

ano novo, vida nem tão nova assim

o ano acabou que eu nem senti... aliás, ando não sentindo muita coisa, socorro -- alguém me dê um coração! o reveillon foi bem diferente -- pela primeira vez resolvo ir á praia e digo que adorei, mesmo sem o show pirotécnico, pois aqui, em Jampa City, os fogos foram roubados??!!! como assim? pois, até hj aindaanão entendi... mas, teve show da Zeca e foi massa! dançamos bem muito, pinotamos, ouvi telegramas [lembrandod e momentos e de pessoas] ouvi que eu podia comer pão de ló e tomar champgne, ouvi que eu tinah tudo para ser feliz [segundo grau completo -- neste caso, terceiro e o resto todo --, curso de datilografia -- neste caso, uso bem o word -- e uma passagem de ônibus p qualquer lugar do país... -- não tenho, mas se for o caso, eu compro]. Fui a um show de Ivete, com outras 26000 pessoas [literalmente] cheguei em casa e achava que ia perder o dedo que, em tepo, novamente está com a unha encravada. ous eja, tudo mais ou menos igual... acho que voltei a gostar de sagitarianos... enfim. a vida
enquanto isso, fico aqui, diariamente...
Diariamente
Composição: Nando Reis

Para calar a boca: rícino
Pra lavar a roupa: omo
Para viagem longa: jato
Para difíceis contas: calculadora
Para o pneu na lona: jacaré
Para a pantalona: nesga
Para pular a onda: litoral
Para lápis ter ponta: apontador
Para o pará e o amazonas: látex
Para parar na pamplona: assis
Para trazer à tona: homem - rã
Para a melhor azeitona: ibéria
Para o presente da noiva: marzipã
Para adidas o conga: nacional
Para o outono a folha: exclusão
Para embaixo da sombra: guarda-sol
Para todas as coisas: dicionário
Para que fiquem prontas: paciência
Para dormir a fronha: madrigal
Para brincar na gangorra: dois
Para fazer uma toca: bobs
Para beber uma coca: drops
Para ferver uma sopa: graus
Para a luz lá na roça: duzentos e vinte volts
Para vigias em ronda: café
Para limpar a lousa: apagador
Para o beijo da moça: paladar
Para uma voz muito rouca: hortelã
Para a cor roxa: ataúde
Para a galocha: verlon
Para ser moda: melancia
Para abrir a rosa: temporada
Para aumentar a vitrola: sábado
Para a cama de mola: hóspede
Para trancar bem a porta: cadeado
Para que serve a calota: volkswagen
Para quem não acorda: balde
Para a letra torta: pauta
Para parecer mais nova: avon
Para os dias de prova: amnésia
Pra estourar pipoca: barulho
Para quem se afoga: isopor
Para levar na escola: condução
Para os dias de folga: namorado
Para o automóvel que capota: guincho
Para fechar uma aposta: paraninfo
Para quem se comporta: brinde
Para a mulher que aborta: repouso
Para saber a resposta: vide - o - verso
Para escolher a compota: jundiaí [ -- esse é p tu, lygia]
Para a menina que engorda: hipofagi
Para a comida das orcas: krill
Para o telefone que toca
Para a água lá na poça
Para a mesa que vai ser posta
Para você o que você gosta
Diariamente

2 Comments:

Blogger encarnada said...

meu ano começou desde o meio de novembro do ano passado, na verdade ele teve algum tempo de gestação e está em processo de nascimento, lento, quebrando a casca, mas nascendo forte. e, mais importante, novo dentro de mim...
depois comento mais
adorei a mini-homenagem, acho q vou levar uma compota pra vcs!
eu nunca mais passarei fome, ooops o texto não era esse,
esse ano eu sempre comentarei aqui - this I swear by the stars...
didi recuperou a cigarreira, hahaha

1:24 PM  
Anonymous Anônimo said...

jundiaí passou e as escolhas foram outras

2:50 PM  

Postar um comentário

<< Home